BLOG CONTEÚDO



Entenda como o estresse pós-traumático afeta a memória

Ao longo da vida é possível experenciarmos vários eventos estressantes que podem tornar-se um sintoma de um transtorno de estresse pós-traumático.

O estresse pós-traumático é definido como um sofrimento psíquico que a pessoa passa devido à exposição a uma experiência traumática que ela tenha vivenciado. Geralmente a pessoa vivenciou, assistiu, testemunhou ou foi confrontada com um ou mais situações negativas envolvendo um sofrimento real ou uma situação ameaçadora na qual a pessoa pode reagir com intenso medo, impotência ou horror.

Até pouco tempo atrás não era comum falar de estresse pós-traumático. Foi somente na década de 1980 que os profissionais de saúde mental reconheceram o estresse pós-traumático como um transtorno que causa grave sofrimento para a pessoa e afeta de forma significativa a qualidade de vida e a vida social e ocupacional. 

Atualmente o sistema classificatório de doenças, o DSM (American Psychiatric Association) define o estresse pós-traumático como uma resposta sintomática potencialmente crônica em relação a um evento estressor traumático, que incluem 12 sintomas agrupados em três categorias: a primeira inclui sintoma de revivência ou reexperiência do evento, no qual ao menos um sintoma deve estar presente; a segunda categoria diz respeito aos sintomas de entorpecimento da responsabilidade geral, evitação e distanciamento afetivo; e o terceiro grupo de sintomas contém seis sintomas variados, entre os quais a excitabilidade aumentada, o prejuízo cognitivo, o isolamento e fuga dos estímulos associados ao trauma (exemplo receber mensagens ofensivas na escola ou pela internet; violência de colegas); a reexperiência de sintomas na presença de estímulos associados ao trauma (por exemplo dores de cabeça) e sentimentos de culpa, sendo que ao menos dois sintomas aqui citados precisam estar presentes. A pessoa também pode apresentar alterações do sono, irritabilidade e dificuldade de concentração. 

O estresse pós-traumático pode se apresentar da forma aguda cujo início se dá dentro de 6 meses, de forma crônica com mais de 6 meses de duração dos sintomas.

Estudo com exames de neuroimagem (ressonância magnética ou spect cerebral) também ajudam no diagnóstico correlacionando os sintomas do estresse pós-traumático.

A pessoa que sofreu um estresse pós-traumático pode apresentar dificuldades em sintetizar, categorizar e integrar a memória traumática numa narrativa, ou seja lembrar do episódio e relatar os detalhes do que ocorreu e como foi sua reação e a reação de outrem. A vítima apresenta dificuldade de acessar fragmentos dos eventos em sua memória, a memória perde a sua intensidade emocional, existe um déficit na estrutura do discurso e o desenvolvimento dos relatos tende a permanecer com expressão emocional intensa. 

Por isso é muito comum durante um relato de um evento traumático a pessoa ficar irritada, com labilidade emocional, ansiosa, com medo, etc... 

Estudos com exames de neuroimagem mostram que a experiência traumática pode causar uma certa diminuição do hipocampo, o que gera uma diminuição dos fenômenos bioquímicos. Pode causar também uma diminuição da atividade pré-frontal, que é uma região importante para os circuitos da formação das memórias e prejuízos na área de Broca (área responsável pela expressão da linguagem). Essas alterações encontradas no cérebro que estão associadas ao estresse pós-traumático podem estar associadas ao não enfrentamento do sentimento e medo e à labilidade ou desregulação emocional. 

Uma pesquisa mostra que veteranos de guerra que apresentam sintomas de um transtorno de estresse pós-traumático quando visualizaram imagens de combate. Esses dados revelam que muitas pessoas que vivenciaram ao longo da vida uma experiência traumática, por exemplo como ter vivido no período de guerra, ter sido exilado por questões políticas, experiência de perdas, entre outros eventos estressantes torna o indivíduo mais vulnerável deixando marcas na sua autoestima e prejuízos cognitivos, como na memória.

A memória é prejudicada quando a pessoa apresenta a persistência do evento traumático, a ideia fixa, a dificuldade de esquecer o ocorrido, recordações aflitivas, dores de cabeça, dificuldade em selecionar sentimentos relevantes do evento estressante, dificuldade em evitar pensamentos, sentimentos associados ao trauma, dificuldade de registrar conteúdos, em aprender coisas novas com redução no interesse em atividades e sintomas psicóticos, como alucinações, ilusões e confabulações. 

Fatores pessoais e ambientais envolvidos no evento estressante que a pessoa vivencia tem grande importância no processo de enfrentamento e ajustamento no curso de vida. 

O estilo de vida da pessoa antes da ocorrência do evento estressante, isto é, a experiência de vida, pode facilitar ou dificultar o enfrentamento e a compreensão do evento crítico; as características pessoais (idade, gênero, cultura, autoestima, educação, conhecimento) e características do ambiente físico e social (como o contexto familiar, condição socioeconômica e contexto em que a pessoa exerce sua profissão) são condições que influenciam na maneira como a pessoa irá enfrentar a situação de estresse, após ter ocorrido algum evento crítico na sua vida. 

Dessa forma, a resposta imediata da pessoa ao evento estressor, a forma de enfrentamento da situação ou a esquiva dos eventos críticos, ameaçadores, que causam sofrimento dependem do tempo de ocorrência desse estresse, da duração, do grau de estresse e das condições subjetivas envolvidas na vivência do estresse, tais como o desejo por algo, o senso de controle da pessoa, como querer controlar algo, as condições de saúde emocional, autoconfiança e flexibilidade do comportamento. 

A pessoa que sofreu um estresse pós-traumático, na qual afetou suas habilidades cognitivas e principalmente memória pode beneficiar-se de um acompanhamento terapêutico, numa abordagem psicoterápica baseada na exposição (relatos) e reconstrução cognitiva, que podem estimular as funções cognitivas e integrativas do cérebro, principalmente as estruturas encontradas como deficitárias em indivíduos com TEPT. 

Essa abordagem constitui um desafio para as neurociências cognitivas e à psicologia no sentido de reconhecer toda a dimensão dos eventos estressantes que a sociedade está mais vulnerável a passar nos dias atuais sem negligenciar todas os fatores envolvidos e as consequências que a pessoa pode ter.

POSTS RECENTES

12 Setembro 05 Setembro 29 Agosto 22 Agosto 15 Agosto 08 Agosto 01 Agosto 25 Julho 18 Julho 11 Julho 04 Julho 01 Julho 27 Junho 20 Junho 13 Junho 11 Junho 06 Junho 30 Maio 23 Maio 16 Maio 09 Maio 02 Maio 25 Abril 18 Abril 11 Abril 11 Abril 04 Abril 28 Março 21 Março 14 Março 07 Março 28 Fevereiro 21 Fevereiro 14 Fevereiro 11 Fevereiro 07 Fevereiro 31 Janeiro 28 Janeiro 24 Janeiro 17 Janeiro 10 Janeiro 03 Janeiro 27 Dezembro 20 Dezembro 13 Dezembro 06 Dezembro 29 Novembro 22 Novembro 15 Novembro 08 Novembro 25 Outubro 18 Outubro 11 Outubro 04 Outubro 27 Setembro 18 Setembro 06 Setembro 30 Agosto 23 Agosto 16 Agosto 09 Agosto 02 Agosto 30 Julho 26 Julho 19 Julho 12 Julho 05 Julho 28 Junho 21 Junho 14 Junho 07 Junho 31 Maio 24 Maio 17 Maio 10 Maio 03 Maio 26 Abril 19 Abril 12 Abril 05 Abril 03 Abril 27 Março 20 Março 19 Março 13 Março 06 Março 27 Fevereiro 22 Fevereiro 20 Fevereiro 13 Fevereiro 06 Fevereiro 30 Janeiro 23Jan 16Jan 09Jan 02Jan 26Dez 19Dez 12Dez 05Dez 28Nov 21Nov 14Nov 07Nov 31Out 24Out 17Out 10Out 03Out 26Set 19Set 29Ago 24Ago 22Ago 15Ago 08Ago 01Ago 25Jul 18Jul 11Jul 29Jun 22Jun 15Jun 06Jun 30Mai 23Mai 16Mai 09Mai 02Mai 25 Abr 18 Abr 11Abr 04 Abr 28 Mar 16 Mar 09 Mar 02 Mar 23 Fev 23 Fev 16 Fev 10 Fev 08 Fev 02 Fev 31 Jan 24 Jan 20 Jan 17 Jan 13 Jan 03 Jan 27 Dez 21 Dez 19 Dez 16 Dez 13 Dez 07 Dez 28 Nov 23 Nov 21 Nov 08 Nov 04 Nov 31 Out 27 Out 24 Out 20 Out 17 Out 11 Set 05 Set 30 Set 26 Set 19 S 14 Set 12 Set 05 Set 02 Setembro 03 Agos29 26 Agosto 24 Agosto 22 Agosto 19 Agosto 17 Agosto 15 Agosto 11 Agosto 08 Agosto 03 Agosto 01 Agosto 29 Julho 27 Julho 18 Julho 15 Julho 13 Julho 11 Julho 08 Julho 06 Julho 04 Julho 01Julho 29 Junho 27 Junho 22 Junho 20 Junho 17 Junho 15 Junho 10 Junho 06 Junho 03 Junho 30 Maio 27 Maio 25 Maio 23 Maio 13 Maio 11 Maio 09 Maio 06 Maio 04Maio 02 Maio 29Abril 27Abril 25Abril 22Abril 20Abril 18Abril 15Abril 13Abril 11Abril 08Abril 06Abril 04Abril 01Abril 30Março 28Março 23 Março 21 Março 18 Março 16 março 14 Março 11 Março 09 Março 07 Março 04 Março 02 Março 29 Fevereiro 26 Fevereiro 24 Fevereiro 22 Fevereiro 19 Fevereiro 17 Fevereiro 15 Fevereiro 12 Fevereiro 05 Fevereiro 01 Fevereiro 29 Janeiro 27 Janeiro 25 Janeiro 22 Janeiro 20 Janeiro 18 Janeiro 15 Janeiro 13 Janeiro 11 Janeiro 08 Janeiro 21 | Dezembro 18 | Dezembro 16 | Dezembro 14 | Dezembro 11 | Dezembro 09 | Dezembro 07 | Dezembro 02 | Dezembro 26 | Novembro 11 | Novembro 11 | Novembro 06 Janeiro 04 Janeiro 03 Fevereiro 28 Set